post-menina


Menina

 

Saltava-me os olhos vê-la passear,
Andava de um jeito único.
Era assim, algo bem peculiar.

Gostava de lírios, girassóis, de rosas.
De andar em meio aos campos,
Passear de mãos dadas.
Menina ela, sempre tão carinhosa.

Tinha um olhar penetrante,
Daqueles que não se vê todo dia,
Com seus sonhos indecifráveis,
Mau eu conseguia!

A pele clara e gélida,
Feito água cristalina.
Jamais amara alguém,
Como amei essa menina.

~Eduardo Quintanilha

Anúncios

»

  1. Muito Lindo! Parabéns!

    Responder

Se gostou, comente. Se não gostou, comente também. Críticas construtivas são sempre bem vindas!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: