Resenha – Quatro Estações

Resenha – Quatro Estações

Livro Quatro Estacoes

Olá leitores!

Hoje, venho fazer minha primeira resenha (oficial) no blog. Se é que podemos chama-lá de resenha.

Recentemente comprei um livro do autor Stephen King, pois ouvi falar muito bem sobre. O nome do Livro é “Quatro Estações”. O livro é dividido em quatro contos e trata de vários aspectos da natureza humana, como a esperança, o medo e a perda da inocência, retratado no conto “Aluno Inteligente”.

Ainda não terminei o livro todo, mas trago-lhes o que até agora fora a melhor história que já li. O primeiro conto, “Rita Hayworth e a Redenção de Shawshank”.

Cena do filme.

Cena do filme.

Trata-se da injustiça cometida com um homem chamado Andy Dufresne, que fora condenado à prisão perpétua por assassinar sua esposa e o amante dela. A história é narrada por Ellis Boyd Redding (Red) um prisioneiro que se torna amigo de Dufresne na Prisão Estadual de “Shawshank”.

Dufresne era advogado antes de ser condenado, sabia como ninguém os atalhos para escapar do Imposto de Renda, e do Estado. Usava desse artifício para se tornar o braço direito do diretor da prisão. Logo, tinha uma cela só pra si.
Red era uma espécie de distribuidor em Shawshank, e conseguia praticamente qualquer coisa por um preço considerável. Cigarros, bebidas, posteres e até um cinzel. Fora então o que Andy usou para fazer um túnel, atrás do pôster da musa “Rita Hayworth” na parede de sua cela, cavou por quase 20 anos até estar livre.

A trama é emocionante e te deixará pasmo com o surpreendente final (não acaba quando ele escapa).

Apesar de muita gente não saber, -eu- o conto foi adaptado para o cinema, e o filme é considerado um Clássico do cinema Norte Americano. Havia assistido várias vezes, sem imaginar que a origem fosse este conto.

Cena do filme "Um Sonho de Liberdade"

Cena do filme “Um Sonho de Liberdade”

O filme é estrelado por Tim Robbins (Andy Dufresne) e Morgan Freeman (Ellis Boyd Redding), e fora lançado no ano de 1994.
Também é considerado um dos filmes mais injustiçados pelo Oscar, pois perdera o prêmio para o filme “Forest Gump, o Contador de Histórias”.

O filme, assim como o livro é emocionante e te deixa com aquela sensação de já conhecer o rosto dos personagens, se assistido antes da leitura. Ambos são indicados e garanto-lhes a satisfação.

Concluo que Stephen King não é só um autor que escreve Contos de Terror. Mas um escritor que realmente impõe sentimentos em seus textos.
____

Fontes:
Skoob – Quatro Estações
IMDB – Um Sonho de Liberdade

Anúncios

Sobre Eduardo Quintanilha

21 anos, Analista de Suporte. Estuda Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Skatista entre uma prova e outra, e escritor nas horas vagas. Decidiu criar o blog para publicar seus textos escritos à base de muito café e olheiras. Almeja ser reconhecido pelos seus textos e poemas, ou que alguém goste de seus textos.

»

  1. Acho que lerei algo do Stephen King… Fiquei curiosa…

    Responder

Se gostou, comente. Se não gostou, comente também. Críticas construtivas são sempre bem vindas!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: