Arquivo da tag: o mundo

Nostalgia
texto-nostalgia-infancia

Sinto falta dos bons tempos, das boas pessoas.
Sinto falta da verdade, sem vaidade, de toda inocência.
Quando o mundo todo era perfeito, de total imperfeição.
O quanto não era quantificado, ou não tinha quantidade.
Sinto a falta de ser normal, sem se importar em ser igual.
Sinto falta dos bons tempos.
Tempos recentes, que a falta faz parecer distante.
Tempos, que jamais retornarão.

—Eduardo Quintanilha

Anúncios

Sobre ela

Garota

Teu jeito de ser, tão calmo e eufórico.
Contraste de mim, um bobo risonho.
Olhar que me inspira, sorri-me calórico.

Pequena minha,
de cabelos dourados.
Tua pele nevada.
Sua boca marcante,
de lábios corados.

Algo que de repente, aqui cresceu.
Faz meu tudo parecer nada,
o mundo todo parecer nosso,
e meu mundo completamente seu.

Olhos que dizem, sem menor discrição.
És meu lindo problema,
és também minha solução.

Ofereço-lhe o que tenho, pequena.
Abraços e beijos,
um pequeno poema,
e meu humilde coração.

~Eduardo Quintanilha

Escolhas

Escolhas

 

Vez ou outra me vêm à cabeça a ideia do quão vasto é o mundo em que vivemos. A ideia do que uma simples escolha poderia causar, ou deixaria. Já notaram isso?
Quantas vezes me peguei pensando, como seria minha vida, se não tivesse tomado certas decisões. O pequeno ato de dizer ou não aquilo, de escolher não ir a tal encontro, por que aquele dia não me sentira bem.
Longe desse papo de destino e paranormalidades, vivenciamos isto o tempo todo, é real, está lá.
As escolhas parecem tomar vida própria no momento da decisão em si. No entanto não nos damos conta, talvez depois, às vezes nunca.
Certa vez ouvi uma citação, foi de alguém, numa música, um autor, não me lembro. Mas dizia o seguinte: “As escolhas nos levam a lugares diferentes dos caminhos que imaginamos traçar”. Parece ser bem clichê dizer que as coisas não acontecem por acaso, mesmo que você tente força-lá. Mas certamente é algo a refletir.

 

~Eduardo Quintanilha